Sobre a autonomia infantil


Não é o tipo de cama ou quarto que você dá pro seu filho que o tornam autônomo. Alias, o tipo de cama inserido no momento errado pode piorar bastante o sono do seu filho...

Autonomia nasce na auto-solução da criança. Na capacidade que ela tem em se auto-solucionar diante de situações desafiadoras (para uma criança).

Se ela não se soluciona em brincadeiras - por exemplo, brinca sozinha - ela não se solucionará em outros pontos, principalmente no sono.

A auto solução passa necessariamente pela frustração. Ou seja, pelo choro. Aquela criança que esta prestes a engatinhar, por exemplo: pára e não consegue sair do lugar, e então chora de frustração. Se o pai ou a mãe estão sempre solucionando aquela determinada situação para ela, ela demorará muito para conseguir encontrar sua auto-solução, que neste caso é cognitiva! Basta deixar ali um pouquinho, que logo ela se movimenta e ri, extasiada pelo gosto da conquista! Assim é com o andar, comer, esperar... tantos outros aprendizados.

Se você está sempre entretendo seu filho com soluções prontas para o tédio dele - leia tablet e TV - ele pouco evoluirá neste processo saudável de tolerar um pouco de frustração todos os dias... o que o fortalece para a vida adulta. O tédio infantil é o berço da criação.

Vale ressaltar que eu escrevi "um pouco de frustração". E não mais frustração do que ele é capaz de tolerar, por exemplo. Quando a frustração é maior do que a tolerância da criança - como por exemplo, ser deixada chorando sozinha por longos períodos em seu quarto escuro - é que nasce o trauma. O resto, é só força que vc dá pra ela encarar as situações desfavoráveis da vida.

Aprender a ouvir o choro, permitir que eles chorem. Isso também é educar e portanto, amar.